Paris, Day 4

novembro 02, 2016

Olá viajantes!
Penúltimo dia em Paris e acordamos bem cedo para ir ao Château de Versailles que fica a quase 30Km do centro da cidade, assim sendo, fomos de comboio. A viagem dura aproximadamente 50 minutos.
A estação de comboio fica a 1Km de distancia a pé do Château mas não há como se perder: é só seguir a multidão. A entrada foi gratuita, apenas foi preciso mostrar o cartão de cidadão, e ainda tivemos direito a um guia-audio em português.
O Palácio é cheio de glamour, muito dourado brilhante e foi muito interessante visitar.





Depois da visita ao interior do palácio fomos passear pelos jardins mais próximos. Estes são muito bonitos e gigantes, pena a bacia de Apolo estar em recuperação porque é muito bonita. São 80 hectares de jardins e bosques com um lago enorme que não fomos visitar (como o Grand Trianon e o Petit Trianon). Íamos perder horas e ainda faltava ver algumas coisas na cidade do Amor.


Entretanto aproveitamos para ir almoçar e depois de almoço fomos ao monumento que deve ter as melhores escadas de Paris: O Sacre Coeur.
É enorme e tem uma arquitectura única das Basilicas e Igrejas de Paris. 
Aconselhamos a sentar na escadas e apreciar a vista da cidade durante um bom bocado. O dia estava cinzento mas mesmo assim a vista deslumbra.





Saímos do Sacre Coeur a pé em direcção à zona de Paris mais "hardcore".  Fomos à zona dos cabarets, sex shop em todas as esquinas das ruas e etc.
Claro que não podíamos deixar de passar pelo Moulin Rouge e aproveitamos que tinha no outro lado da estrada um Starbucks para tomar um Capuccino bem quente e apreciar o Moulin Rouge.




A seguir fomos até as Galeries Lafayette. 



Mesmo ali perto encontra-se o Hard Rock e o Daniel comprou mais uma camisola para a colecção.


No final da noite fomos à ao Louvre apreciar as pirâmides de vidro. E o Daniel tinha uma teima para tirar. Provavelmente conhecem o filme "The Da Vinci Code" onde Robert Langdon no final do filme sobe para cima da pirâmide inversa e no centro da pirâmide encontra-se um medalhão Arago.
Fomos nós à procura da pirâmide inversa que fica numa rotunda com algum tráfego, cheia de arbustos à volta da pirâmide para chegarmos à conclusão que o medalhão é montagem do filme. Basicamente foi uma aventura em vão porque tivemos que fazer isto meios escondidos.










You Might Also Like

2 comentários

  1. Adorava ir a Paris! Que fotos giras :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Tenho pena de não ter ido a Versailles quando estive em Paris. Quando lá voltar, não me falha!

    ResponderEliminar